SISTEMA DE TRATAMENTO PRELIMINAR COMPACTO – ECO P

O efluente chega a unidade através de seu canal de gradeamento fino, onde os sólidos com dimensão maior que seu espaçamento da grade são removidos e dispostos em uma calha lateral que dispõe o material em uma caçamba.
Após o processo de remoção de remoção de sólidos finos, o efluente deságua na câmara de remoção de areia, que possui fundo inclinado direcionando a areia sedimentada para o transportador helicoidal, que direciona a areia para um segundo helicoide onde a areia é removida da câmara e disposta em uma calha lateral que dispõe o material já lavado e classificado em uma caçamba.
Em casos de equipamentos com alta vazão, é utilizado o processo de remoção de areia através de caixa aerada, onde é introduzido ar em uma das laterais da câmara,
induzindo um movimento espiralado ao efluente, o que acelera a sedimentação da areia, além de proporcionar a flotação dos óleos e graxas, que podem ser removidos através de um dispositivo raspador superficial, que direciona esse material para uma calha que dispõe o material em uma de suas laterais.
O sistema de tratamento preliminar compacto se destaca por seu baixo custo de implantação, suas dimensões reduzidas, lavagem e compactação do material retido antes do descarte e por possibilitar a remoção dos óleos e graxas.